No aniversário de Campo Grande, senadora Soraya Thronicke informa investimento de mais de R$ 20 mi na cidade

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Campo Grande completa 122 anos nesta quinta-feira (26), e a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) reforça o seu compromisso com o desenvolvimento da capital sul-mato-grossense destinando, de 2019 a 2021, mais de R$ 20,16 milhões em emendas para o município, que beneficiam as áreas de saúde, segurança pública, educação, assistência social, infraestrutura, desenvolvimento, esporte e lazer. “Nasci em Dourados, mas me mudei ainda pequena para Campo Grande, onde fui criada e me tornei advogada, construindo minha trajetória pautada na luta pela igualdade de direitos. Também foi nesta cidade que me tornei uma liderança nos movimentos democráticos de rua na luta pelo combate à corrupção, saindo da fila dos que reclamam para entrar na fila dos que fazem. Agora, como senadora, procuro contribuir, da melhor forma possível, com o progresso da nossa Cidade Morena”, pontuou.

Saúde

Na área da saúde da capital, a senadora já indicou mais de R$ 10 milhões para investimentos, para custeio das instituições hospitalares, compra de equipamentos, construção e reforma de unidades de Saúde Básica. Além disso, em razão da pandemia de covid-19, a parlamentar enviou recurso para a estruturação de 23 leitos – 10 leitos de UTI e mais 13 de enfermaria – disponíveis para atender também os pacientes, vítimas da doença e para a compra de equipamentos hospitalares. “Desde o início do meu mandato, tenho priorizado a saúde na destinação de emendas por considerar essa a área mais crítica de Mato Grosso do Sul, que se agravou ainda mais com a pandemia. Meu objetivo é garantir a toda a população sul-mato-grossense acesso ao tratamento médico e, principalmente, no enfrentamento dessa doença tão terrível”, declarou.

Segurança Pública

Para a segurança pública, a senadora Soraya Thronicke destinou emenda no valor de R$ 1,5 milhão para construção de seis bases operacionais da Guarda Civil Metropolitana, além de R$ 200 mil para a compra de armas não letais, como bastão de choque e tasers. “Estou cumprindo um dos meus compromissos de campanha, que é trabalhar pela segurança pública de Mato Grosso do Sul. Acredito muito na Guarda Civil Metropolitana e quero que os guardas municipais estejam cada vez mais capacitados e mais profissionalizados”, declarou. Além disso, foram mais de R$ 700 mil para modernização e reaparelhamento e desenvolvimento de Políticas de Segurança Pública, Prevenção e Enfrentamento à Criminalidade.

A parlamentar também liberou R$ 250 mil para reforma e custeio da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande. “Primeira a funcionar no Brasil, a Casa da Mulher Brasileira da Capital já é considerada uma referência nacional por oferecer todos os serviços essenciais às mulheres vítimas de violência. Por isso, faço questão de contribuir com o pleno funcionamento desse importante espaço de atendimento às mulheres”, declarou, lembrando que, somente no período de 1° a 30 de abril deste ano, a Casa da Mulher Brasileira na Capital fez mais de 12,9 mil atendimentos e encaminhamentos de mulheres. “Apenas no setor psicossocial, foram 1.484 atendimentos e, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, foram outros 2.895. Esses dados demonstram a necessidade desse espaço para atender as mulheres campo-grandenses, que são vítimas de algum tipo de violência, o que se agravou em razão da quarentena imposta pela pandemia da Covid-19”, lembrou.

Assistência Social

Com uma atenção especial voltada às entidades assistenciais que atendem idosos em Mato Grosso do Sul, a senadora Soraya Thronicke destinou R$ 300 mil em emendas para Casa do Aconchego, uma instituição de longa permanência que acolhe 30 pessoas da terceira idade, para o Asilo São João Bosco, que abriga 69 idosos em situação de vulnerabilidade, e para SIRPHA (Sociedade de Reabilitação da Pessoa Humana) Lar do Idoso. Cada instituição recebeu R$ 100 mil. “Vejo esses idosos e penso na minha família, com quem aprendi os valores e o respeito que devemos ter a outras pessoas. Ao destinar essas emendas, creio que estou contribuindo com a valorização dos idosos que, ao longo da vida, cuidaram dos seus filhos, dos seus netos e até dos seus bisnetos. Eles precisam de atenção, de carinho, de aconchego e, principalmente, da tutela do Estado”, pontuou.

Também foi beneficiado o ISMAC (Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas) com emendas no valor total de R$ 188 mil para uso do custeio da entidade. Já CICA (Centro de Integração da Criança e do Adolescente) e o Cotolengo Sul-Mato-Grossense receberam emendas no valor de R$ 100 mil cada, para ajudar no atendimento de crianças e adolescentes da capital. “É dever dos parlamentares federais e estaduais olharem com atenção especial para essas instituições que acolhem crianças, adolescentes e idosos carentes em Mato Grosso do Sul. Em razão da pandemia, muitas delas estão passando por dificuldades financeiras, pois as doações pararam. Não podemos menosprezar o trabalho que elas desenvolvem com essas pessoas e somente com muita união, empatia e solidariedade vamos conseguir garantir mais dignidade às crianças, adolescentes e, principalmente, aos idosos”, afirmou Soraya Thronicke.

Esporte e lazer

Na área de esporte e lazer, a senadora enviou emenda individual no valor de R$ 1,2 milhão para ser utilizado na ciclovia dos bairros Moreninhas e para a compra de instrumentos musicais para Orquestra Indígena da Aldeia Urbana Darci Ribeiro. “Do total, R$ 1.150.000 será para a integração das ciclovias existentes na Capital com a região das Moreninhas, enquanto os R$ 100 mil restantes vão para a aquisição de instrumentos musicais para a orquestra a pedido do maestro Eduardo Martinelli”, detalhou.
Segundo Soraya Thronicke, com a conclusão dessa obra, será possível integrar a ciclovia da região das Moreninhas com as ciclovias dos outros bairros de Campo Grande. “Trata-se de uma obra de grande importância, pois traz segurança para as pessoas que se utilizam de bicicletas como principal meio de transporte”, ressaltou, completando que os instrumentos musicais vão contribuir com o trabalho do maestro Eduardo Martinelli de levar musicalização para as crianças indígenas da Capital, iniciado em 2016 na Aldeia Urbana Darci Ribeiro.
“Parabéns, minha querida Cidade Morena!!! Meu compromisso é trazer a prosperidade para o nosso Mato Grosso do Sul, e Campo Grande, se depender de mim, será sempre uma das melhores cidades para se viver!”, destaca.

Assessoria de Imprensa Senadora Soraya Thronicke

Deixe uma resposta