Soraya Thronicke incentiva adesão ao Programa de Escolas Cívico-Militares nos municípios de MS

Compartilhe!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em parceria com ABEMIL, parlamentar pretende levar orientação sobre o programa a prefeitos do estado

Em reunião nesta sexta-feira (03/09) com o presidente da ABEMIL (Associação Brasileira de Educação Cívico-Militar), capitão do Exército Davi Lima, e o coordenador Estadual das Escolas Cívico-Militares pela ABEMIL no MS, suboficial da Marinha Maurício dos Santos, a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) reforçou o compromisso de incentivar os prefeitos de Mato Grosso do Sul a aderirem ao Programa de Escolas Cívico-Militares.


“As Escolas Cívico-Militares agregam em muito na educação das crianças e adolescentes com a adoção dos valores importantes para a formação de bons cidadãos, como hierarquia e disciplina. O capitão Davi Lima revelou que nas escolas que adotaram o Programa reina a tranquilidade e os alunos priorizam o respeito e a importância do papel do professor”, declarou Soraya Thronicke.

A parlamentar sul-mato-grossense completa que os alunos das Escolas Cívico-Militares apresentam melhora significativa nas notas escolares, se tornam mais responsáveis e a evasão escolar também diminui. “A disciplina militar não muda a parte pedagógica das escolas, apenas agrega valores cívicos nos estudantes. Por isso, incentivo que as prefeituras de Mato Grosso do Sul adotem esse modelo e vou começar a orientar os prefeitos nesse sentido. Em Campo Grande (MS), algumas escolas aderiram ao Programa e os primeiros resultados já podem ser percebidos pelos pais dos alunos e por toda a comunidade acadêmica”, reforçou.

O capitão Lima explicou ainda que ABEMIL é uma instituição, cujo maior objetivo é proporcionar a orientação técnica para as escolas públicas e privadas sobre a implantação de Escolas Cívico-Militares, conforme o Decreto n° 10.004/2019. “Hoje, nos reunimos com a senadora Soraya Thronicke para tratar do nosso projeto e falar do lançamento da frente parlamentar das escolas cívico-militares no Senado Federal. Também detalhei, dentre outras questões, a logística e a pedagogia da instituição, que tem por objetivo ofertar conhecimento e incentivar uma proposta de educação a partir de pilares como cidadania, valores, ordem e disciplina”, declarou.

Ele explica que os militares atuam no apoio à gestão escolar e educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação são responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico para contribuir com a melhoria da Educação Básica. “Conseguimos apresentar a importância da Escola Cívico-Militar, principalmente no resgate da cidadania, do civismo e de diversos valores”, finalizou o presidente da ABEMIL, que estava acompanhado pelo coordenador da Associação em Mato Grosso do Sul, suboficial da Marinha Maurício dos Santos

Assessoria de Imprensa Senadora Soraya Thronicke

Deixe uma resposta